Ouve-O

Mensagem de Liderança da Área
Elder Tom-Atle Herland
Elder Tom-Atle Herland Noruega, Setenta de Área

“Este é o Meu Filho Amado. Ouve-O!” 1 Disse o Pai a Joseph Smith num bosque, no estado de Nova York, num dia de Primavera, em 1820. Este foi o início da restauração da Igreja de Jesus Cristo, tal como Cristo a tinha organizado quando viveu aqui na Terra. Devido a uma apostasia que teve início logo após a morte de Cristo, a Sua Igreja e a Sua autoridade, eventualmente, acabaram por desaparecer da Terra e só séculos depois, em 1820, teve início o processo de restauração da Sua Igreja e a restauração da autoridade para realizar todas as ordenanças do sacerdócio. Tudo isto aconteceu por causa da oração sincera de um jovem para saber onde podia encontrar a verdade. Ele escolheu perguntar e depois ouvir, e que resposta maravilhosa recebeu!

 

Somos todos diferentes e podemos ter abordagens diferentes na forma como O ouvimos, mas, embora sejamos diferentes, somos todos filhos de Deus, e Ele nos ama pelo que somos e deseja que O ouçamos. Se quisermos ouvi-Lo, devemos fazer um esforço. Qual é o maior desejo do vosso coração? O que podem fazer para O ouvir?

 

Há algum tempo, eu estava numa reunião em Frankfurt com líderes da Igreja de toda a Europa, a preparar um grande evento, que mais tarde foi necessário adiar para 2021 por causa da pandemia. Naquela reunião, o Elder Massimo De Feo, conselheiro da Presidência de Área, finalizou a reunião e os seus ensinamentos apresentando um vídeo, uma peça musical com a cantora norueguesa Sissel Kyrkjebø e o Coro The Tabernacle Choir at Temple Square, chamada de Slow down (“Abranda”). Esta apresentação foi extraída de um concerto de Sissel realizado com o coro The Tabernacle Choir em 20192, que eu simplesmente nunca tinha visto, nem conhecia, apesar de também ser da Noruega. De facto, eu não estava preparado para o que experienciei quando o Elder de Feo deu início à apresentação do vídeo. Poucos segundos depois da apresentação, foi como se eu O ouvisse como nunca tinha ouvido. As minhas emoções dominaram-me completamente e chorei como uma criança. Tentei fazer com que o meu corpo não tremesse e inclinei a cabeça para que não soubessem que estava a chorar, temia que isso arruinasse o momento de todos os presentes. A música levou-me a vivenciar a graça, o amor e o perdão de Deus, por intermédio do Salvador Jesus Cristo, por mim pessoalmente, fazendo com que todos os meus erros, combinados com todas as experiências exigentes da vida, fossem eliminados e desvanecessem. Tive um vislumbre do Céu, um gostinho da existência Celestial. Mais tarde, entrei online e li alguns dos comentários na secção dos comentários. A seguir, apresento-vos dois dos comentários:

“NUNCA irei esquecer o momento em que assisti a esta apresentação pela primeira vez. Sou autista e tenho lutado contra a depressão crónica e a ideia do suicídio. As últimas semanas que antecederam aquele espetáculo foram pura tortura para mim e estava completamente perdido, sem saber o que fazer. Poucos dias antes desta apresentação musical, apelei pelo apoio de alguns amigos do Coro, que foi prontamente respondido e quando ouvi esta música pela primeira vez, chorava copiosamente. Verdadeiramente, teremos sempre luz ao fundo do túnel. Obrigado, Tabernacle Choir, meus queridos amigos, por serem heróis na minha vida e amigos tão maravilhosos! Eu amo-vos a todos, para sempre!”. E o segundo comentário: “Estou tão feliz por não terem cortado a parte dos aplausos. Aquele momento em que a cantora percebe que cerca de vinte mil pessoas estão a aplaudir de pé, é um momento mágico”.

 

Queridos amigos, ouvi-Lo é mágico, é Celestial e toca os nossos corações, os nossos espíritos e ajuda-nos a continuar na nossa jornada rumo a casa, para junto d’Ele. Vale a pena lutar por isso. O que podem fazer para ouvi-Lo com mais frequência?

 

1. Joseph Smith - História 1:17

2. Slow Down - Sissel (Concerto Pioneiro de 2019 com o Coro The Tabernacle Choir)